sexta-feira, 17 de janeiro de 2020

CITROS: Oferta limitada sustenta cotações da laranja



Publicado em 17/01/2020 13:51


No mercado de laranja in natura, produtores que detêm frutas de qualidade têm registrado boa demanda, já que a oferta deste padrão está limitada. Este cenário, por sua vez, eleva os preços das variedades com essas condições neste período de "entressafra". Assim, nesta semana (13 a 17/01), a pera teve média de R$ 29,77/cx de 40,8 kg, na árvore, alta de 1,3% em comparação à semana passada.
Para a lima ácida tahiti, o pico de safra segue pressionando significativamente os valores da fruta. Na semana, a variedade foi negociada a R$ 12,59/cx com 27 kg, colhida, queda de 4,7% em relação à anterior.
Tags:
 
Fonte: Cepea/Hortifruti

Produtor diversifica alimentação de bovinos e aumenta eficiência na produção de leite em Mato Grosso



Publicado em 17/01/2020 13:50

No Sítio Santo Antônio, localizado na Comunidade Agrovila Ponce de Arruda, no município de Campo Verde (131 km ao Sul de Cuiabá), a produção diária de leite chega a 304 litros por dia. Com um plantel de 19 vacas da raça Jersey, a média é de 16 litros de leite por animal, superando a média de Mato Grosso que é de 5,92 litros de leite/dia/animal.
O engenheiro agrônomo da Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer), Kenio Batista Nogueira, fala que foram apresentadas opções de alimentação para o gado com a produção de silagens com capim e grãos.
Leia a íntegra no site do Cenário MT.
Tags:
 
Fonte: Cenário MT

Banana: Quem tem prata?



Publicado em 17/01/2020 13:49


Ao contrário da nanica, os preços da banana prata anã de primeira qualidade registraram alta de 3% nesta semana (13 a 17/01) em Delfinópolis (MG), sendo vendida na média de R$ 2,17/kg. Segundo colaboradores do Hortifruti/Cepea, a valorização está relacionada à grande demanda pela fruta da região dos maiores centros consumidores do Brasil – como o estado de São Paulo. Houve relatos de que, devido ao período de “entressafra”  da variedade em âmbito nacional, até mesmo aqueles que não tinham costume de comprar fruta dessa praça passaram a trabalhar com ela no período.
Para as próximas semanas, é esperado que o volume de prata na região continue não atendendo totalmente a demanda, podendo gerar novo aumento no preço.
Tags:
 
Fonte: Cepea/Hortifruti

Maçã: Fuji é a protagonista no mercado!



Publicado em 17/01/2020 13:48

Com baixos estoques, a maçã fuji voltou a se valorizar nesta semana (13 a 17/01). Segundo agentes, poucas classificadoras ainda continuam a ofertar no mercado – no caso da gala, esse número é ainda menor. Com isso, em São Joaquim (SC), a fuji miúda Cat 1 foi comercializada a R$ 62,25/cx de 18 kg, alta de 4% frente à semana passada.
Agentes relataram que os preços também são resultado da boa qualidade que a fruta está, mesmo estocada por meses. Vale destacar que, há também um pequeno volume de outras variedades como eva e daiane no mercado, mas a preferência do consumidor, geralmente, acaba sendo pelas mais tradicionais (fuji e gala).
Enquanto isso, na Ceagesp, a oferta tem sido marcada pela presença de maçãs importadas, como as galas portuguesa e italiana, gran smith e red argentinas e red chilena. Como a fruta nacional segue com baixa disponibilidade, nesta semana não houve amostras suficientes de preços no atacado paulista e nem das praças como Vacaria (RS) e Fraiburgo (SC). Para a semana que vem, a oferta deve continuar restrita e a maçã fuji pode tornar a registrar alta nas cotações.
Tags:
 
Fonte: Cepea/Hortifruti

Com prejuízo de R$ 87 milhões em função da seca, Jóia/RS decreta situação de emergência



Publicado em 17/01/2020 13:47

O município de Jóia decretou situação de emergência em função dos efeitos da falta de chuvas no município. O documento, publicado no fim da tarde desta quinta-feira, aponta para um prejuízo de R$ 87,3 milhões, sendo necessárias ações para minimizar os efeitos da seca na produção agrícola quanto para o consumo humano.
Veja a íntegra no site da Rádio Progresso de Ijuí.
Tags:
 
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí

Uva: Oferta segue baixa no Vale, mas qualidade anima produtores



Publicado em 17/01/2020 13:44

Os primeiros dias do ano foram marcados por chuvas intensas no Vale do São Francisco (PE/BA) – mas produtores não relataram grandes problemas fitossanitários ou perdas nos parreirais. Pelo contrário: estão animados com a qualidade das uvas colhidas, a qual está bastante satisfatória para o mercado.
No entanto, alguns produtores sinalizam que a região nordestina não ofertará grandes volumes  pelo menos até abril, mês em que as negociações devem se voltar ao mercado externo, visto que a janela de exportação deve se abrir em meados daquele mês. Nestes primeiros meses do ano, muitos estão focados em atingir – e até mesmo ultrapassar – o resultado de 2019, quando a balança comercial da uva ficou positiva no primeiro semestre.
Dessa forma, produtores devem tentar abastecer o comércio nacional, para que não haja tanta importação da fruta – e, além disso, explorar novos mercados externos, a fim de fugir da competição com outros grandes países exportadores de uva. Nesta semana, o preço da itália ficou em R$ 5,63/kg e o da arra 15, em R$ 8,32/kg, ambas embaladas, com quedas de 5,6% e 5,8%, respectivamente.
Tags:
 
Fonte: Cepea/Hortifruti

Cacau fino do Sul da Bahia é exportado para a Europa



Publicado em 17/01/2020 13:43

Três produtores do Sul da Bahia estão exportando 12 toneladas de cacau fino para a Europa. O cacau foi produzido em Igrapiuna e Coaraci e no distrito de Castelo Novo, em Ilhéus. Para despertar o interesse dos europeus, foram adotadas novas técnicas de manejo na colheita, quando o cacau não é quebrado no local e a fermentação é feita no próprio fruto durante cerca de 5 dias, quando são levadas para compartimentos, onde ficam fermentando por mais uma semana.
As amêndoas são rigorsamente selecionadas
As amêndoas também passam por diferentes etapas de secagem, o que garante a qualidade final do produto, onde a coloração e aroma forte se destacam.
Confira a íntegra no site do Mercado do Cacau.
Tags:
 
Fonte: Mercado do Cacau